Quarta-feira, 31.08.11

Boa noite!

 

Chegámos ao Porto em 4 horas, depois de 3 paragens pelo caminho... xixis e esticar pernas (sim porque o maridão vir a conduzir 3 horas com as suas pernas enormes... imaginam as pernas de um gajo com 1,92??? ainda por cima cinturão negro de karaté? delicia... lol mas em qualquer que seja o carro ficam apertadas e como todos os gajos muito altos começa a fazer doer as costas...)

 

Depois de arrumar as malinhas (para 2 dias trouxe 2 vestidos, 3 pares de calças, 3 pares de sapatos, 2 malas, 4 blusas, 1 casaco, 1 echarpe, 6 pares de brincos, 9 pulseiras... ehehe e claro o meu e-book e o meu Kindle) fomos á procura da melhor francesinha do Porto... que fica em Gaia no Tappas Caffé.

 

As críticas diziam maravilhas e lá fomos... depois de 20 minutos em bicha lá fizemos os 8 km que separa o nosso hotel do Tappas Caffe... e estava fechado. Por isso sobre o Tappas leiam aqui e aqui.

 

 

Seguimos novamente para o Porto... e fomos ao restaurante que dizem ter a 2.ª melhor francesinha do Porto -  A Cervejaria Galiza. Quem o diz é quem também escreveu sobre o Tappas e fez o estudo sobre a melhor francesinha.

 

As entradas são verdadeiramente fenomenais, mini no tamanho, maxi no sabor - 2 pastelinhos de bacalhau (mesmo com bacalhau), 2 croquetes, 2 chamuças e 2 rissóis de camarão. Delicioso!

 

 

 

Na hora de escolher claroo que foi francesinha, de carne assada para mim e de bife para o maridão.

 

 Num momento enchia o prato...

 

  e noutro... pufff...   

 

 

Gostei... comi tudo... só ficou o molho e as batatas fritas. O molho potencia o sabor da francesinha mas como vi o meu marido fazer - mergulhar as batatas no molho e comer... nope... no me gusta! O molho tem um cheiro que me agonia e a batata frita era pré-frita... ou seja congelada. O  maridão adorou e rapou o prato!

 

  Olhem bem a diferença...

 

Para terminar dividimos as sobremesas, Pudim Abade de Priscos e Tarte de maracujá com chantilly. O maridão quando viu chegar o meu pudim reconheceu-o como um pudim que comer em 2001 num Kick Off da empresa onde trabalhava... mas que pensou ser Toucinho do Céu... e andou 10 anos a provar Toucinho do Céu e a apreciá-lo desfavoravelmente... o  que não devia fazer porque Toucinho do Céu é também delicioso mas não tem simplesmente o mesmo gosto e consistência do Pudim Abade de Priscos. Há qualquer coisa de mágico neste pudim... que deve estar intimamente relacionado com o meio quilo de açúcar, as 15 gemas e o toucinho gordo de Melgaço que o torna único... no gosto, na textura e também no valor calórico...

 

Gostei muito da minha francesinha mas avisei que não estava disposta a entrar no desafio de  "encontrar a melhor francesinha do Porto" como ele parece estar determinado. Fiquei cheia... o meu estômago parecia que tinha uma pedra e vim a arrotar todo o caminho... desculpem a fra(n)queza do comentário.

 

Para desmoer fizemos um passeio higiénico (termo tão velhinho que nem mesmo a minha avó se lembra dele) durante 1h30m mas mesmo assim cheguei cheia ao Hotel. Bebi uma água das pedras, tomei um kompensan mas esta sensação de enfartamento está a custar a passar.

 

Amanhã vou ao Subway almoçar mas só meia sandes! Aliás, a razão porque viemos ao Porto está intimamente ligada ao Subway... Há 12 anos atrás havia um Subway no Saldanha que mais tarde fechou... passados 8 anos abriu novamente mas em menos de 2 anos voltou a fechar (está prevista a abertura de outro Subway na baixa de Lisboa ainda este ano... vamos ver!) e isso transtorna imenso o maridão que é simplesmente doido pelo Subway.

 

Quando o Subway abriu novamente em Lisboa a sandes que ele mais gostava não se encontrava mais no menú - Chicken Fajita, e eu tenho cá na ideia que ele quer ir ver se aqui no norte há essa sandes. Apesar de neste momento a sandes Subway Melt, com queijo, bacon e peito de perú e claro vegetais ocupar muito do seu lóbulo frontal, o desejo por Chicken Fagita ainda o atormenta... LOL

 

Espero que amanhã não esteja a chover, estou a contar fazer uns belos passeios a pé... comprar fruta no Bulhão, ir a Serralves, á Casa da Música e ver muito e muito mais... adoro como a cidade mantém as suas belas fachadas, como se conjugam as rochas e as casas... não prometo muitas fotos, planeio experenciar e não documentar... tenho uma amiga que tem um iman no frigorifico que diz - uma casa arrumada é uma vida desperdiçada... é assim neste registo que me insiro...

 

Um abraço,

Sofia

 

 

 

 

 

 

publicado por 80nuncamais às 23:47 | link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Julho 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
tags

todas as tags

favorito

...

últ. comentários
Estás como eu... aumenta, aumenta, aumenta... não ...
Rita - envie-me o seu mail e terei o maior prazer ...
As sementes de Chia podem encontrar-se em qualquer...
Onde compram as sementes de chia?
Bom dia!Gostaria de lhe fazer algumas perguntas so...
Gostei do que li, mas tem de ser mais animado. Que...
Bom diaA sua receita é muito boa mas cuidado com a...
A dor...Escrever faz bem. Não passa, não apaga nad...
Já experimentei receita parecida, fica muito bom n...
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds