Quinta-feira, 02.08.12

Tenho 2 amigas que perderam uma quantidade significativa de peso.

 

Uma delas fez uma gastroplastia depois de dietas e dietas, comprimidos e produtos naturais. Depois de consultar vários nutricionistas e chegar a tomar até Xenical, a sua única opção foi fazer a cirurgia. Hoje está muito diferente (fisicamente) do que era há 12 anos. Casou, teve 1 filho, divorciou-se, e continua igual ao que sempre conheci. Passámos anos sem nos vermos e quando nos encontrámos foi como se nunca estivessemos estado afastadas. Eu também mudei ( e muito) mas para ela eu também continuo a mesma. 

 

E chego a pensar que talvez não sejamos nós que mudamos mas as pessoas que mudam quando nos vêem tão diferentes fisicamente. A forma como somos tratadas mudou e trocamos até histórias, piadas e também os nossos momentos mais embaraçosos quando estavamos para mais de obesas.

 

A minha outra amiga perdeu 25 kg com grande esforço e dedicação e empenho no ginásio. Como eu também ela tem há muitos anos compulsão alimentar. Desde há 2 anos que não perde peso, sobe dois, desce dois mas não vê grandes mudanças. Está a viver uma situação melindrosa no seu relacionamento e procura só uma oportunidade, uma desculpa que lhe permita terminar a relação.

 

E estou a falar-vos delas porque são ambas pessoas excelentes, super divertidas, inteligentes e porque fizeram as 2 a mesma coisa: rasgaram todas as fotografias que tinham tirado antes de perder peso. E depois chegam a minha casa, olham para o espaço em cima do lavatório na casa de banho e tenho uma fotografia minha de quando pesava 84 kg. Vão ao closet e uma fotografia igual, mas maior, está colada no meu espelho de corpo inteiro. E por fim vão á cozinha e lá estou eu com 84 kg bem na porta do frigorifico.

 

E depois perguntam-me porquê???? A minha resposta é esta: aquela sou eu, sempre fui eu, tenho de respeitar aquela fase na minha vida. Não posso apagar os anos que passei com excesso de peso e obesa, partilhei a minha vida com tanta gente, negar aquela pessoa é negar também por quanto passei, tudo o que sofri e tudo o que me fez feliz. Tive sorte, o meu marido sempre me amou e apreciou apesar de ser obesa. O amor e a paixão não diminuiram e não sinto que hoje me ame ou deseje mais que antes. É igual... eu sou igual, ele está igual, somos os mesmos. A nossa relação não mudou.

 

Vejo que a mudança é nos olhos de quem me vê. Eu sou a mesma, mas sinto que sou tratada de forma diferente. E custa ouvir... pensam que não? Custa ouvir quando temos 70 kg que já estamos bem (quando ainda somos obesas... porque eu só deixei de ser obesa para ter excesso de peso quando cheguei aos 64 kg); custa ouvir que de certeza que passamos fome, que vamos demasiadas vezes ao ginásio, que estamos obcecadas em perder peso e vamos ficar para lá de feias com imensas rugas na cara quando não temos ainda uma única que não seja de riso... custa ouvir coisas que não são sinceras, que não são verdadeiras e fingir que não se percebe...

Beijinhos,

Sofia

publicado por 80nuncamais às 12:12 | link do post | comentar | favorito
80nuncamais a 8 de Agosto de 2012 às 07:15
Acredito que seja sempre uma questão pessoal, o sentimento que se tem com o nosso peso. Para quem sempre foi magra 82 kg parecia-te excessivo mas com o teu 1,70 m de altura o teu imc seria de 28,4. Com imc igual a esse, eu que só tenho 1,47 pesava 61,5 kg e estava bem contente de ter chegado á casa dos 60 kg. É que eu vim dos 90 kg, com imc de 41!!!!! E eu nunca fui magra, sempre tive um peso que rondava os 60 kg, 2 kg acima e 2 kg abaixo. Esse imc era o meu normal. Era excessivo mas acredita qu quando tinha 90 kg eu só pensava como seria bom ter 70 kg... depois 65 kg, 60 kg parecia-me um sonho. Acho que as mulheres sofrem muito, demasiado com a questão do peso. Mas é tudo uma questão pessoal. O meu objectivo, 55 kg significa um imc de 25,5, excesso de peso, eu quero que esse seja o meu peso, mas quero antes de mais viver com um corpo em excelente forma. Gosto de ser atletica, ter musculo, ser flexível (adoro stretching e yoga e estou a fazer o dvd da Jillian Michaels - extreme Yoga) mas quero manter o meu rico bumbum. Estou super contente por ter perdido muitos cm de peito. Sempre tive um peito muito grande e fico super feliz por nesta altura não o ter. É liberador não ter peito grande, poder usar roupa mais justa sem ter aquele peito enorme á frente e parecer que quase não tenho pescoço. Essas são as coisas que me fazem feliz. Quero perder barriga mas não penso que isso vai acontecer se eu pesar 50 kg o que seria mais ou menos o imc que têns agora. Isso só vai acontecer se eu perder gordura- esse é o me objectivo. Quero um corpo melhor.
Quando vejo as fotografias de quando era obesa o qu eu vejo é pneu, gordura, mamas e ancas, pernas gordas, braços gordos, pés disformes, pernas enormes. Dores ciáticas permanentemente... ho.ije vejo-me ao espelho e penso que estou muito melhor. Já não tenho dores, calço sapatos 2 números abaixo, posso finalmente vestir saias e calções, os meus braços estão musculados tenho pescoço e a minha cara já não parece um balão. Isso enche-me de alegria. E acho que a minha atitude mental também sofreu uma grande mudança e isso é o melhor. Aceitar. quem sou, o que fui, imperfeições e tudo mais, é finalmente aceitar a pessoa que sou e gostar de mim mesma e achar que tenho valor. A minha auto-estima estava muito, mas muito em baixo e hoje estou em paz e sou feliz. Mesmo com um imc de 26 ou 27. Beijinhos,
Sofia
.
blogdaminhadieta a 8 de Agosto de 2012 às 19:48
Mas acredita que nunca fui magra. Fui sempre para o gordinha. É que o IMC não diz tudo, sinceramente acho que tu não pareces ter o IMC que tens, parece que tens bem menos (isto pela minha impressão pelas fotos). Eu, pelo contrário, acumulo muita gordura na região abdominal, tipo barril (aquela inestética gordura abdominal subcutânea, que faz pneuzinho, não aquela que faz pior à saúde, que está atrás dos músculos abdominais e que por isso não fica tão feia). A maior parte das pessoas que conheço pesa nos 50s... Fica tudo a olhar para mim quando, envergonhada, lá digo que peso 67/68 (acima deste peso não digo quanto peso nem que me torturem).
Exercício já faço há algum tempo, gostaria de poder fazer mais, mas vou fazendo. Voltei para as aulas pósparto e até já voltei às corridas.
Beijinhos e parabéns pelo sucesso
80nuncamais a 9 de Agosto de 2012 às 02:08
Eu sou é uma vaidosa que usa saltos de 11 cm e por isso posso parecer mais esbelta mas acredita que só tenho 1,47 e com 56 a 58 kg continuo gorduchinha. Só que estou mais seca, tenho musculo e por isso pareço menos peso. Mas continuo gorducha e só teria um imc de 22,5 se pesasse 48 kg. Mas eu prefiro ter mais peso que isso. Já não tenho 20 anos, pá! E o imc é uma medida que só não é muito certa para os grandes atletas que têm mais peso porque têm muito musculo. O meu corpo tem 28% de gordura corporal e isso é imenso. Devia ter uns 24% no máximo. mas com calma os 55 ainda vou alcançar. E tu? qual é o teu objectivo?
Bjos,
Sofia
blogdaminhadieta a 10 de Agosto de 2012 às 20:26
Eu penso que não seja apenas para os atletas. Basta ver que há pessoas mais largas e outras bastante mais estreitas, nunca poderão pesar o mesmo para o mesmo nível de magreza. Acho que varia também com a nossa tendência hereditária (ou falta dela) de ganhar músculo. Tenho uma amiga que ganha quilos de músculo com relativa facilidade, o que é raro.
Quando comecei às aulas pós-parto tinha 31,5% de gordura corporal. Há 3 quilos atrás, na última avaliação que fiz, tinha 26,5%. Já é bastante melhor. No final do mês vou ver como estou agora.
O meu objectivo realista é os 63kg, que sei que já me ficam bastante bem (apesar de já me sentir relativamente bem com o meu peso actual se estiver vestida, o problema é despida ou de bikini!)
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
tags

todas as tags

favorito

...

últ. comentários
Estás como eu... aumenta, aumenta, aumenta... não ...
Rita - envie-me o seu mail e terei o maior prazer ...
As sementes de Chia podem encontrar-se em qualquer...
Onde compram as sementes de chia?
Bom dia!Gostaria de lhe fazer algumas perguntas so...
Gostei do que li, mas tem de ser mais animado. Que...
Bom diaA sua receita é muito boa mas cuidado com a...
A dor...Escrever faz bem. Não passa, não apaga nad...
Já experimentei receita parecida, fica muito bom n...
Posts mais comentados
blogs SAPO