Segunda-feira, 16.01.12

Durante muitos anos escondi, de todos e até de mim mesma, o gosto que tenho por coisas bonitas. Comprei malas práticas, sapatos sensatos de salto baixo, "adequados" á minha condição de mãe com filhos pequenos, não usei mais batom, andei sempre de cabelo atado em rabo de cavalo. A minha mãe esteve anos a dizer-me que os meus pijamas eram uma vergonha... mas como me serviam... e a roupa interior??? Com menos 20 quilos foi mesmo necessário comprar cuecas e sutiãns novos e deixar de vez de usar sutiãn de amamentação. E nessa altura a minha mãe começou a deitar a minhas cuecas mais velhas no lixo (suspeito eu... porque é isso ou anda alguém a roubá-las. Pois... não me parece isso. É a minha mãe). Até eu já comecei a deitar roupa para o lixo... hoje foram umas calças pretas de malha... que velhas... tinham mais de 10 anos e estavam já todas rotas na parte interior das pernas. Uma vergonha!

 

 Durante anos, muitos anos, não me permiti gastar dinheiro comigo mesma, porque sentia que não merecia.

 

E isso leva-me a falar sobre a 2.ª parte do desafio da Big Curves. Uma das tarefas deste fim de semana era de arranjar um bloco, umas folhas, qualquer coisa, para descrever o que sentíamos, o que comiamos, desenhos... coisas, pensamentos, sentimentos.

 

Em Agosto de 2010, comprei este bloco... reparem que é bem feio... mas era o maior e mais barato que havia na Fnac.

 

         

 

Nele coloquei a minha tabela de peso, a descer e outras vezes infelizmente a subir, com referência ao meu Imc, e colocava uma marca de cada vez que vencia os desafios de perda de peso da WII FIT. Coloquei o que comia, desenhos e pensamentos. Se repararem bem está muito FEIO. É feito de forma muito crua, sem preocupação nenhuma com organização ou sentido estético.

 

Mas também podem ver a sombra dos meus dedos. Que fotos tão más...

 

Passou-se um ano, o peso desceu e a auto-estima aumentou. Quando fui comprar um novo bloco, aquilo que chamo  o meu diário alimentar e de exercício, mas que na realidade é bem mais que isso. É o sitio onde me dá para soltar uns belos palavrões e escrever umas palavras bem duras que nem aqui teria a coragem de escrever. Diz-se muitas vezes que se estamos chateados com alguém devemos escrever-lhe uma carta e guardá-la e não enviar. Assim é o meu caderninho. Na altura em que o meu 1.º caderno estava a ficar com poucas folhas livres, voltei á fnac e escolhi sem olhar a preço, algo que me cativou e prendeu o olhar. A capa é desenhada pela Rebecca Dautremer, e retrata Alice no país da maravilhas, que esta designer ilustrou brilhantemente em livro.

 

Curiosamente, no natal o meu cunhado, que não só é o melhor fotografo que conheço mas designer gráfico (muito, muito bom, aliás excelente) ofereceu á minha filha um livro com ilustrações desta designer. Tenho bom gosto...

 

Esta é a imagem que se pode encontrar na net do meu caderninho e do livro que o meu cunhado ofereceu á Raquelinha.

 

                              

 

 

O caderninho que comprei na fnac tem uma fita que marca a nossa página, é pautado e tem 2 fitas para fechar com um laço. É lindo...

 

A foto não é grande coisa... mas é a minha.

 

           

 

Iniciei-o no dia 28 de Julho. Escrevi umas 3 páginas de contextualização! Junto aqui a primeira página do meu caderninho, do meu diário e outra de um dia muito especial. Foi um dia em que fizemos uma festa surpresa a uma amiga que ia 2 dias a seguir adoptar um menino de 4 anos e que estava nos Açores. Teve de ir sózinha... e tem medo de voar... correu tudo bem. O menino é um amor. Adaptou-se lindamente e quase que perdeu o sotaque de São Miguel, que tanto me fazia lembrar uma das minhas melhores amigas, com quem vivi 6 anos e que há 7 anos foi morar definitivamente para São Miguel. Saudades...

 

Todos os dias, com algumas excepções, geralmente em momentos de compulsão desenfreada deixo mesmo de escrever, escrevo a data, o peso, alimentação, exercicio que fiz, seja aula ou cardio (aí anoto tudo, máquina, minutos, desempenho, vitórias...) e o peso com que me deito. Ás vezes até escrevo "Aposta para amanha XX,X kg".

 

E queixas, e vitórias e os dias bons, os maus. Escrevo sobre as coisa, os sentimentos, os meus pensamentos. Aí posso, finalmente, ser totalmente sincera. É uma sensação libertadora ter onde sejamos totalmente honestas. Ali não há represálias... não há comentários que me mandam para lugares escuros e me põem em contacto com o meu Dark Passenger. E se quizer até escrevo a vermelho, rosa, amarelo, verde, azul e preto!

 

É o meu espaço.

 

beijinhos,

até á próxima,

Sofia

 

 

 

publicado por 80nuncamais às 00:54 | link do post | favorito

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
19
23
25
26
28
31
tags

todas as tags

favorito

...

últ. comentários
Estás como eu... aumenta, aumenta, aumenta... não ...
Rita - envie-me o seu mail e terei o maior prazer ...
As sementes de Chia podem encontrar-se em qualquer...
Onde compram as sementes de chia?
Bom dia!Gostaria de lhe fazer algumas perguntas so...
Gostei do que li, mas tem de ser mais animado. Que...
Bom diaA sua receita é muito boa mas cuidado com a...
A dor...Escrever faz bem. Não passa, não apaga nad...
Já experimentei receita parecida, fica muito bom n...
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds