Domingo, 07.08.11

Parece um pouco estranho este título "Em honra do egoísmo" porque parece um contra-senso... ou assim nos dizem!

 

Existe honra no egoísmo? Como pode ser? Não é mais honrado ser-se abnegado? Colocar as necessidades dos outros á frente das nossas? Foi assim que nos educaram? Sim! pelo menos eu fui criada assim.

 

Como já aqui relatei, eu cresci num meio muito humilde e lembro-me de tenra infância a minha mãe a falar da falta de dinheiro, em como ela não tinha para ela para nos dar a nós, patati, patatá. E é verdade, muitas foram as vezes que a minha mãe passou necessidades para que nós tivéssemos o que vestir, calçar, comer.

 

Portanto, eu cresci com aquela crença que uma mãe que é mãe, uma mulher que é mulher, e "mulher, mãe como deve ser", põe sempre as necessidades dos outros á frente das suas.

 

E durante muito tempo, esqueci-me de mim e dediquei-me á minha família, pondo-a sempre á frente de mim. E achava eu que estava a fazer o correcto.

 

Entretanto, enquanto ignorava o meu "EU", e me enterrava cada vez mais na comida, na vergonha de estar gorda, de ser mãe de uma criança com deficiência e de estar a fazer um trabalho de "m*rda", houve algo que me fez os olhos. Mas até eu abrir os olhos... houve uma pessoa que falou, falou, falou, explicou, pediu, implorou e depois de estar ANOS a falar comigo começou a pensar que eu era simplesmente um caso perdido...

 

E isso porque eu também pensava que era um caso perdido... agora era uma mulher gorda, uma mulher feia, mal amanhada... sem um toque de vaidade e sem orgulho nenhum...

 

E um dia acontece o clic! Foram os 89 kg da balança; foram as calças que não serviam; foi a cozinheira dizer que éramos as duas "mulheres de peso". E a cozinheira é uma mulher enorme, de pernas pesadas, ar cansado, sempre a arfar.

 

 

 

esse momento do clic eu senti-me assim...

 

e desejei ser assim... a princesa Leia

 

 

E o que foi preciso? Egoísmo!

 

Pensar em mim primeiro. Gastar dinheiro no ginásio, investir numa alimentação mais saudável, dedicar mais tempo a mim mesma. Cuidar de mim.

 

E se isso implicar que aos sábados e domingos de manhã deixo a família em casa e vou ginásio? É assim mesmo!

 

 

Ao principio dizia ás crianças que ia ás compras... ia ao ginásio e depois passava pelo supermercado. levava-lhes Guloseimas... era a consciência pesada... eu ia ao ginásio mas sentia-me mal! Com um sentimento de culpa enorme. Depois lá acabou por me passar. Passado um mês dizia alto e bom som " beijinho, beijinho, que a mãe vai á ginástica!"

 

Vou com gosto e sem culpa.

 

Por isso digo há honra em ser egoísta!

 

Só se cuidarmos de nós podemos cuidar bem dos outros e uma mãe que cuida de si, que se valoriza, transmite aos filhos valores importantíssimos. Valores como a autoconfiança, auto-valorização, independência, orgulho e felicidade.

 

Hoje que sou egoísta e reconheço a necessidade de ser egoísta sou uma pessoa mais confiante e mais feliz. Porque me sinto assim, como que invencível! capaz, determinada!

 

Hoje, posso dizer, sou a estrela do meu próprio filme... não sou a melhor amiga, gorducha, fraca e sem piada nenhuma, que toda a gente sabe que vai ser morta por ser tão tótó... eu sou a heroína que é inteligente, agil e desembaraçada e vai vencer os maus que são maiores, têm armas maiores e são profissionais na profissão de "duros"... um tiro deles raspa-me a pele do braço e eu com um fisga e uma pedra que apanho no chão derroto o gang.

 

Se parece um pouco confuso desculpem lá qualquer coisinha... estou morta de carregar caixas e limpar e esfregar... eu e o maridão fomos á nossa casa acabar de empacotar as coisas e como tinha lá ainda louça resolvi lavá-la... á mão... como não temos esgotos, temos 3 fossas... e como criou um rolhão de gordura e cabelos a casa de banho inundou, a água entrou nos quartos... fui buscar a  esfregona e o balde... parte-se a mopa da esfregona... fico com a mopa num lado e o cabo no outro... tive de tirar a água com panos e toalhas... foi uma aventura...

 

E ainda não acabou...

 

Olhem, não liguem! tudo se resolve e isto também há de se resolver.

 

Woman Power pra vocês todas, com especial relevo á minha amiga Lilith. Adoro-te minha amiga! Força. tu és capaz. eu tenho toda a confiança em ti. Eu acredito.

 

Sofia

 

publicado por 80nuncamais às 03:02 | link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Agosto 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
14
18
19
20
21
22
26
27
28
tags

todas as tags

favorito

...

últ. comentários
Estás como eu... aumenta, aumenta, aumenta... não ...
Rita - envie-me o seu mail e terei o maior prazer ...
As sementes de Chia podem encontrar-se em qualquer...
Onde compram as sementes de chia?
Bom dia!Gostaria de lhe fazer algumas perguntas so...
Gostei do que li, mas tem de ser mais animado. Que...
Bom diaA sua receita é muito boa mas cuidado com a...
A dor...Escrever faz bem. Não passa, não apaga nad...
Já experimentei receita parecida, fica muito bom n...
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds